Tudo pela paz

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) participa, de 21 a 25 de agosto, da 8ª edição da Semana da Justiça pela Paz em Casa. Nesta edição, as crianças e os adolescentes vítimas nos próprios lares serão o tema principal. A campanha nacional é coordenada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), com a realização de iniciativas de combate à violência contra a mulher. No Rio de Janeiro, a campanha será aberta às 10 horas com cerimônia será no auditório Antonio Carlos Amorim, na Avenida Erasmo Braga, 115.

Para a juíza Adriana Ramos de Mello, titular do I Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, e uma das organizadoras da campanha no TJRJ, os principais objetivos a serem alcançados é dar celeridade aos processos contra a violência doméstica e facilitar o acesso das vítimas à Justiça. Ela considera que o Judiciário tornou-se protagonista na promoção da cultura pela paz em casa. Para a magistrada, além do ato punitivo que hoje é aplicado nas ações do Judiciário, é preciso haver mais estímulo às campanhas e o engajamento da sociedade no combate neste tipo de crime. Adriana Ramos de Mello acredita que somente a educação poderá romper essa cultura de violência.

Seja o primeiro a comentar