Tecnologia 3D como ferramenta da Arte é tema de bate papo no Flamengo

A artista multimídia Luiza Guimarães vai apresentar nesta sexta, 28, no Labsonica – laboratório de tecnologia do Oi Futuro, no Flamengo, um trabalho inédito no Brasil, em que ela utiliza centenas de tomografias computadorizadas de cérebros humanos – os dela inclusive – para criar uma obra sonora com tecnologia 3D em 360º.

Da união entre ciência, saúde e tecnologias da inteligência digitais nasceu o projeto “Espectros Computacionais 3D 360”, uma das dez propostas selecionadas para ser desenvolvida em imersão no ArtSonica – Residência Artística. Agora, estudantes de escolas públicas do Rio poderão conhecer a proposta em primeira mão durante um bate-papo sobre realidade virtual em 360º como ferramenta da Art. A conversa acontecerá das 15h às 17h.

Para realizar a obra de arte multimídia que será projetada em 2019 na fachada de vidro do prédio do Oi Futuro, no Flamengo, Luiza Guimarães se uniu ao game designer e creative coder, Alberto Assumpção e ao performer, coreógrafo João Silveira. Durante a apresentação os estudantes poderão ter uma prévia da experiência sensorial por meio de óculos de realidade virtual. O encontro contará com a presença de Yuri Chamusca, da diretoria de Cultura da Oi Futuro, do curador do Artsonica, Jorge LZ, do produtor cultural Julio Zucca, diretor da Zucca Produções, empresa idealizadora do Artsonica, e com mentores culturais. O ArtSonica – Residência Artística tem patrocínio da Oi, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet), e apoio do Oi Futuro e do LabSonica. O objetivo é avançar sobre a missão do Oi Futuro, que é fomentar a inovação, promover experiências criativas de todas as áreas e estimular conexões para potencializar o desenvolvimento coletivo e pessoal.

Serviço:

Labsonica. Oi Futuro Flamengo. R. Dois de Dezembro, 63, 5º andar – Flamengo. Sexta, 28 de setembro, das 15h às 17h. Metrô: Estação Largo do Machado.

Seja o primeiro a comentar