Show arrecada dinheiro em prol do Solar Meninos

Transformar vidas de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social das comunidades do Cantagalo e Pavão-Pavãozinho através de ações preventivas proporcionando-lhes educação universalista e valores humanitários em horário integral, promotoras do homem de bem. Envolver nesse movimento suas famílias e, por extensão, a comunidade, em busca do viver em harmonia e paz. Essa é a missão da ONG “Solar meninos de luz”, entidade que será beneficiada com parte do valor dos ingressos vendidos para o show que a cantora Anatasha Meckenna irá realizar no Teatro Rival, na Cinelândia – Rio de Janeiro, em junho.

Conhecida por se dedicar há muitos anos a fazer shows em parceria com instituições filantrópicas, usar a música para ajudar outras pessoas é uma das funções que a cantora e compositora dá para sua carreira.

“A música está em que acredito, que emociona, transforma, consola, abraça, diverte. Música sincera, de alguém que a vive, pura, simples e intensamente na desafiante missão de ser som, de ser voz, de ser porta-voz da musa das artes”, reflete a cantora.

Com show baseado no repertório do CD e DVD “O amor vem pra ficar”, a cantora Anatasha Meckenna se apresenta no Teatro Rival, no dia 03 de junho, às 19h, ao lado do pianista Plinio Oliveira para um espetáculo em prol da ONG “Solar meninos de luz”. 50% da renda da bilheteria será destina a entidade.

Amor como meio de transformação

Um retrato da vida, assim pode ser considerado o show que Anatasha Meckenna preparou para o Teatro Rival. Cada canção do repertório traduz um ponto, um acontecimento da caminhada, da desafiadora jornada que é viver. O público poderá ouvir músicas em português, inglês, espanhol, italiano e latim, como “Who wants to live forever” (Freddie Mercury).

Cantora e compositora. Sua voz lhe permite uma performance variável, desde a música popular ao lírico, música espírita, passando por diversas tendências e culturas internacionais. Para a jovem cantora “a música é um canal que nos sintoniza diretamente com o Alto (quando usada para esse fim) por ter a linguagem universal e universalista”.

“Quando criança ganhei um pequeno piano. Comecei a compor e a tocar músicas que eu ouvia do rádio da minha avó que, durante os finais de semana colocava sua fita-cassete que continha apenas canções clássicas. Estonteada, começava a querer criar e recriar algumas obras. Comecei a galgar o caminho da arte que vai muito além de melodia, ritmo e harmonia que, vai muito além dos sons combinados”, relembra a cantora.

Sua primeira composição foi a ópera “Reminiscências da Minha Infância”. Anatasha Meckenna além de músicas, como “Canção do Mar”, “À Brasileira” e “Ardemis Bach”, escreve poemas, poesias, textos para dramaturgia, musicais, operetas, óperas, musicais, crônicas. “Meu papel é de levar a música às mentes e aos corações”. É um show para celebrar o Amor.

“Em meio às adversidades da vida, uma pausa para pensar, refletir e prosseguir. A humanidade anseia por descobrir a resposta para todas as suas inquietantes indagações; busca paulatinamente solucionar equações das mais diversas; tudo apenas para conseguir, de fato, ser feliz. Através da música, as respostas vão e vem e, apenas despertando a consciência das emoções e resgatando a inteligência dos sentimentos é que a grande descoberta se fará. Pois tudo o que precisamos é de mais amor”, diz a cantora.


Serviço

Teatro Rival Petrobras – Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro/Cinelândia – Rio de Janeiro. Data: 03 de junho (segunda). Horário: 19h. Abertura da casa: 18h. Ingressos: R$ 60,00 (Inteira), R$ 30,00 (meia-entrada). Venda antecipada pela Eventim – http://bit.ly/IngressosRival2019_2GIaEKp Bilheteria: Terça a Sexta das 13h às 21h | Sábados e Feriados das 16h às 22h Censura: 18 anos. www.rivalpetrobras.com.br. Informações: (21) 2240-9796. Capacidade: 350 pessoas. Metrô/VLT: Estação Cinelândia.

*Meia entrada: Estudante, Idosos, Professores da Rede Pública, Funcionários da Petrobras, Clientes com Cartão Petrobras e Assinantes O Globo

Seja o primeiro a comentar