Rolé Carioca pelo Centro do Rio revela vida em tempos de antigamente

O Rolé Carioca Especial de Verão estaciona no Centro do Rio como tema “Centro do Rio como Palco do Imaginário”, que se concentrará no circuito Tiradentes – Lapa, levando aos participantes do passeio um pouco daquele Rio de Janeiro esquecido pelo tempo e tão rico em informações históricas. O rolé é grátis e basta estar no horário combinado, no dia 25 de março, às 9h30m, em frente ao CRAB (Praça Tiradentes, 69). Os professores da Estácio, Rodrigo Rainha e William Martins falarão das curiosidades, dos personagens e das nuances que caracterizam a arquitetura e a história de nossa cidade. Dica! Use calçados confortáveis, protetor solar, beba água e leve guarda-sol.

Praça Tiradentes (Foto: Divulgação)

O passeio começo no CRAB (Centro SEBRAE de Referência do Artesanato Brasileiro), depois segue pelas ruas do Centro em direção à Lapa, em um mergulho pela boemia carioca e, ao mesmo tempo, por um roteiro que contará um pouco da história das várias religiões presentes na cidade: da chegada dos presbiterianos no século passado e a construção da Catedral Presbiteriana, em estilo neogótico, à famosa Catedral de São Sebastião, católica, projeto arquitetônico diferenciado para época, moderno e arrojado, cuja construção fez parte do conjunto de novidades da então recém-aberta Avenida Chile.

A caminhada prosseguirá até os Arcos da Lapa, um dos cartões postais do Rio, construídos para inicialmente levar água do Rio Carioca até o Largo de Santo Antonio (atual Largo da Carioca) e que, a partir do fim do século XIX, passou a servir de passagem para os bondes de Santa Teresa.

Personagens históricos

Bentinho e Capitu (Ilustração/Google)

O Rolé passará também pela icônica Rua Riachuelo, antes chamada de Rua Matacavalos (em 1848), imortalizada pelos jovens enamorados Bentinho e Capitu, do romance Dom Casmurro, de Machado de Assis. Logo depois, a caminhada percorre a Rua do Lavradio, com seus casarões coloniais, região que já foi considerada um espaço da elite carioca, mas que também já abrigou o “baixo meretrício”. Hoje, todo o primeiro sábado do mês, a Lavradio recebe a Feira Rio Antigo, um ponto de referência para os cariocas. O encerramento se dará na volta ao CRAB.

João Francisco dos Santos, o Madame Satã (Foto/Google)

Um das áreas mais antigas da cidade, a Lapa  desfila personagens e histórias deliciosas que marcaram épocas, como  João Francisco dos Santos, o Madame Satã, arquétipo da malandragem carioca, símbolo da cultural marginal urbana do século XX; o Cordão da Bola Preta; a história de bares famosos da região (Bar Brasil, Capela, Cosmopolita, entre outros), que fizeram da região um dos lugares preferidos dos boêmios. “Reza a lenda que o bloco mais tradicional do Rio de Janeiro, o Cordão da Bola Preta, ganhou o nome quando um de seus fundadores, conhecido como Caveirinha, viu passar uma mulher linda, trajando um indefectível vestido branco de bolinhas pretas!  Foi paixão à primeira vista e o cordão estava batizado”, diz William Martins.

PONTOS DO ROTEIRO: 1  CRAB | 2  Praça Tiradentes / Estátua | 3  Igreja Presbiteriana | 4  Catedral | 5  Arcos da Lapa | 6  Rua do Lavradio | 7   CRAB


SERVIÇO

Rolé Carioca Especial de Verão. Dia 25 de março – sábado, às 9h30. Ponto de encontro: CRAB –  Praça Tiradentes, 71 – Centro. Grátis – Sem inscrições. Duração: aproximadamente 2h. Realização Estúdio M’Baraká. Co-realização: Centro Sebrae de Referencia do Artesanato Brasileiro (CRAB). Apoio: Secretaria Municipal de Cultura, Estácio, Par Perfeito. Informações: 21 22085952

 

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA

Mais e Melhores Produções Artísticas

Tel.: 22085952

Alexandre Aquino: alexandre@maisemelhores.com.br – (21)  98842-3199

Paulo Almeida: paulo@maisemelhores.com.br – (21) 98197-5600

Seja o primeiro a comentar