Livro “O Corcunda de Notre-Dame” deu notoriedade a catedral de Paris

A Catedral de Notre-Dame, em Paris, ganhou fama no centro de Paris da idade média com o livro “Notre-Dame de Paris”, publicado em 1831, por Victor Hugo. O romance se passa em 1482, no fim da Idade Média, e conta a história de Quasímodo, corcunda morador do local que vive na reclusão causada pelo preconceito devido à sua aparência física.

Corcunda de nascença, Quasimodo vivia afastado da sociedade e sua aparência causava medo nos moradores de Paris. Porém, ele se apaixona pela bela cigana Esmeralda, que também desperta o interesse do arcebispo Frollo, o que dá início a uma trágica disputa entre os dois.

“Um clássico do romantismo francês que vai muito além da história de um amor impossível. Na Paris do século XV, a cigana Esmeralda dança em frente à catedral de Notre Dame. Diante da sua beleza, curvam-se o poeta Pierre Gringoire, o arquidiácono Claude Frollo, o disforme sineiro Quasímodo e o capitão Phoebus de Châteaupers. O corcunda de Notre Dame, de Victor Hugo, retrata uma Paris ainda gótica que testemunha o fim de uma época e o início de outra”, diz a sinopse do livro “O Corcunda de Notre-Drame” que ganhou edição luxo com texto integral e cerca de 30 ilustrações da época pela Clássicos Zahar.

Alguns parisienses e estudiosos da literatura francesa dizem que as deformidades e o bom coração do personagem carregam em si, uma metáfora sobre a aparência degradada que a catedral aparentava naquela época, mas que, mesmo assim, mantinha-se aberta ao público como uma mãe (Nossa Senhora) de bom coração.

O livro de Victor Hugo deu origem a vários filmes ao longo do século 20, incluindo um curta, em 1911, e longas-metragens, em 1923, 1956 e 1976, segundo o site IMDb. O interesse sobre o prédio foi despertado pela obra literária e, como isso, os governantes começaram obras de restauração em 1844.

O personagem foi adaptado inúmeras vezes, principalmente no cinema. Em 1996, a Walt Disney lançou a versão animada do romance, com variações no enredo, que foi posteriormente incluído entre seus Clássicos. A versão cinematográfica de maior sucesso veio em 1996, feita pela Disney. A animação “O Corcunda de Notre-Dame” arrecadou US$ 325 milhões no mundo todo. O filme teve uma sequência em 2002, feita para a TV.

Incêndio na Catedral causa comoção no mundo

 

 

 

 

 

 

Comoção, emoção, lágrimas e silêncio marcaram esta segunda-feira, 15 de abril, em paris com o incêndio que destruiu parte da Catedral de Notre-Dame. Igrejas em todo o pais tocam os sinos em solidariedade pelo que aconteceu na capital francesa. O monumento francês começou a pegar fogo na manhã de hoje em Paris e dura quase cinco horas. Parte da catedral desmoronou. Personalidades políticas e jornais do mundo noticiam o caso.

O presidente da França, Emmanuel Macron, disse que o locl será reconstruído e saudou a coragem dos bombeiros que estão atuando na operação. Segundo o Ministério do Interior, 400 bombeiros estão empenhados em combater o incêndio, e um deles ficou gravemente ferido. São 550 toneladas de madeira que fazem parte do teto do monumento histórico mais visitado da Europa. Para construir essa estrutura de madeira foram utilizados 1500 carvalhos. Leia mais clicando aqui.

3 Trackbacks / Pingbacks

  1. [BLOCKED BY STBV] Franceses de luto por incêndio em Catedral de Notre-Dame | Valor Atemporal
  2. [BLOCKED BY STBV] Com 105 ópera "Notre Dame", de Franz Schmidt, é relembrada por tragédia na Catedral de Notre-Dame | Valor Atemporal
  3. [BLOCKED BY STBV] O que a Catedral de Notre-Dame ensina para as crianças? | Valor Atemporal