Como evitar intoxicação por produtos químicos em crianças

A intoxicação foi a quinta maior causa de mortes acidentais no Brasil (Foto: Ilustração)

A notícia de que um bebê de 10 meses morreu após ingerir um produto de limpeza, que a avó pensou ser suco de uva gerou tristeza, alerta e medo entre muitas pessoas que têm crianças em casa. O caso aconteceu em Jaú, região Centro-Oeste de São Paulo, neste domingo (19).

A intoxicação foi a quinta maior causa de mortes acidentais no Brasil, de acordo com dados do Ministério da Saúde divulgados pela ONG Criança Segura. Entre os 93 casos de bebês, crianças e adolescentes, com idades entre 0 e 14 anos, que vieram a óbito por intoxicação, 33 estão ligadas à exposição a álcool, solventes, gases, pesticidas e outras substâncias químicas nocivas.

Segundo a ONG Criança Segura, a intoxicação por produtos químicos pode ser evita. Veja como:

A intoxicação foi a quinta maior causa de mortes acidentais no Brasil (Imagem: Ilustração)

– Deixe o produto em local que a criança não consiga pegar enquanto você estiver usando.

– É fundamental que produtos de limpeza e higiene fiquem bem longe do alcance de crianças, preferencialmente fechados na parte de cima de armários.

– Mantenha produtos de limpeza bem fechados.

– Não coloque produtos de limpeza em garrafas PET, pois podem ser confundidos com sucos e refrigerantes. Os produtos devem ser mantidos na embalagem original. Caso haja um acidente, o médico vai querer saber qual era o produto. Leve a embalagem com você durante o socorro.

– Não é recomendado misturar produtos químicos ou de limpeza; a mistura pode ser ainda mais tóxica do que o produto original

– Use travas especiais (que podem ser compradas em casa de utilidades do lar) para fechar armários e gavetas que não possuem tranca.

E o que fazer caso a criança já tenha ingerido produto químico?

Não coloque produtos de limpeza em garrafas PET, pois podem ser confundidos com sucos e refrigerantes. (Imagem: Ilustração)

– Caso haja um acidente, o médico vai querer saber qual era o produto. Leve a embalagem com você durante o socorro.

– Chamar o serviço de emergência (SAMU: 192) ou levar a criança imediatamente para a emergência de um hospital.

–  Não é recomendado dar outros produtos para a vítima ingerir, como o leite.

– Não induza o vômito

Seja o primeiro a comentar