Com 105 ópera “Notre Dame”, de Franz Schmidt, é relembrada por tragédia na Catedral de Notre-Dame

A Catedral de Notre-Dame, em Paris, ganhou fama no centro de Paris da idade média com o livro “Notre-Dame de Paris”, publicado em 1831, por Victor Hugo. O romance se passa em 1482, no fim da Idade Média, e conta a história de Quasímodo, corcunda morador do local que vive na reclusão causada pelo preconceito devido à sua aparência física. A história de Quasímodo foi a base para uma ópera “Notre Dame”, de Franz Schmidt, lançada em 1914.

A ópera foi escrita entre 1904 e 1906. Schmidt se aproximou da ópera escrevendo as partes orquestrais da partitura primeiro, depois, adicionou as partes vocais. Por fim, incorporou algum material de uma fantasia inacabada para piano e orquestra. A primeira apresentação pública da obra musical foi feita em Viena, em 1 de abril de 1914. O principal papel feminino de Esmeralda foi criado por Marie Gutheil-Schoder.

A ópera é mais conhecida por sua orquestra Intermezzo , que foi realizada pela primeira vez, juntamente com a música de carnaval , em 6 de dezembro de 1903, em Viena, como Zwischenspiel aus einer unvollständigen romantischen Oper . Estas peças não foram compostas com qualquer ópera em mente, mas foram posteriormente incorporadas à Notre Dame , que ele começou a escrever em agosto de 1904. O compositor e violinista Karl Goldmark descreveu o Intermezzo como “a mais bela música cigana”.

A Catedral de Notre-Dame inspirou clássicos da literatura e da música, movimenta o turismo em Paris e pegou fogo na tarde desta segunda-feira, 15 de abril. Comoção, emoção, lágrimas e silêncio marcaram o dia. Igrejas em todo o pais tocam os sino em solidariedade pelo que aconteceu na capital francesa. O monumento francês começou a pegar fogo na manhã de hoje em Paris e dura quase cinco horas. Parte da catedral desmoronou. Personalidades políticas e jornais do mundo noticiam o caso.

O presidente da França, Emmanuel Macron, disse que o local será reconstruído e saudou a coragem dos bombeiros que estão atuando na operação. Personalidades políticas também repercutiram o incêndio que destruiu parte da catedral. Segundo o Ministério do Interior, 400 bombeiros estão empenhados em combater o incêndio, e um deles ficou gravemente ferido. São 550 toneladas de madeira que fazem parte do teto do monumento histórico mais visitado da Europa.

Vídeos mostram incêndio

Seja o primeiro a comentar