Bisa Bia, Bisa Bel



“Bisa Bia, Bisa Bel” é um espetáculo infantil baseado no livro homônimo de Ana Maria Machado, que conta a história de uma menina que convive no seu imaginário com sua bisavó falecida e sua futura bisneta. A peça traz no elenco os atores Viviana Rocha, Gisela de Castro, Vicente Coelho, Julia Ludolf e João Lucas Romero.

O premiado livro infanto-juvenil “Bisa Bia, Bisa Bel”, de Ana Maria Machado ganhou roteiro para o teatro infantil em 2014, como um musical acústico sob a direção e adaptação de Joana Lebreiro. Com 5 anos de concepção e 7 prêmios, a peça “Bisa Bia, Bisa Bel” faz única apresentação no feriado de 01 de maio, no Teatro Clara Nunes, Shopping da Gávea, na Gávea – zona sul do Rio, às 15h. A dica é para tirar as crianças de casa no feriado e inseri-las na cultura. Então, se você quer que seu pequeno faça parte desse universo lúdico aproveite o desconto no ingresso para quem comprar pelo Clubinho de Ofertas (De R$70 por R$32,90).

Escrito em 1981, o livro é considerado uma das dez obras de literatura para crianças mais importantes do país, com mais de 500.000 exemplares vendidos. A autora já recebeu diversos prêmios, entre eles o Hans Christian Andersen, considerado o Nobel da Literatura Infantil e Juvenil.

Em “Bisa Bia, Bisa Bel”, a autora nos conduz pela história da menina Isabel que, no convívio imaginário com sua bisavó e sua bisneta, vai aprendendo a conviver consigo mesma, em sua travessia para a puberdade. Ela encontra o retrato de sua bisavó, Beatriz, e começa a ouvir a voz de Bisa Bia que a acompanha sempre dando conselhos, com suas opiniões sobre as atitudes de uma mocinha bonita e “bem-comportada”, além de aguçar sua curiosidade pelas coisas de antigamente. Em contraponto, surge a voz de sua futura bisneta Beta, ainda não nascida, com a visão de uma mulher do futuro e independente. Na fantasia de Isabel, essas vozes se confrontam e a menina mergulha na memória de sua família, buscando sua identidade, e acaba descobrindo por si mesma que as três – Isabel, Bisa Bia e Neta Beta – juntas são invencíveis. Com uma mistura do real com o imaginário, a narrativa aborda questões como memória e identidade, revelando diferentes concepções sobre o papel da mulher ao longo da História.

“Esse livro marcou a minha infância. Ele conta uma história emocionante com humor, poesia e lirismo. Quando pensei em adaptá-lo para o teatro, não queria que a montagem fosse uma tradução literal do livro, mas uma verdadeira brincadeira em cima do palco. Meu objetivo é despertar nas crianças e nos pais o desejo de ler o livro depois de sair do teatro”, explica a diretora Joana Lebreiro.

“Quando escrevi Bisa Bia, Bisa Bel estava com muita saudade das minhas avós. Vontade de falar sobre elas com meus dois filhos. Não imaginava que pouco depois ia ter uma filha e essa linhagem feminina ainda ia ficar mais significativa para mim e que este livro fosse ganhar tantos prêmios e tocar tanto os leitores”, conclui a autora Ana Maria Machado.



Publicado no blog materno Mãe Em Dupla Jornada

Seja o primeiro a comentar