Casa onde viveu Tom Jobim ganha escultura em homenagem ao músico

Tom Jobim faria 90 anos no próximo dia 25 de janeiro, mas seu coração parece ainda bater por Ipanema, na Zona Sul do Rio. Na Ipanema dos anos 60 ele era apenas o Tom, frequentador assíduo do Arpoador, bom de papo e de bar, amigo da natureza e amante do mar. Tom Jobim era Ipanema, Ipanema era Tom Jobim e aquelas areias viviam cheias de novos compositores e candidatas à musa. E para homenagea-lo, uma estátua será instalada na casa onde o músico e compositor viveu, o local atualmente é um hotel.

O jardim virou uma piscina, já a sala onde antes ficava seu piano agora abriga um bar. Porém, as mudanças não tiraram o charme do local. Pensando no grande amor de Tom Jobim pela natureza, em especial pelo mar e pelos pássaros, a direção do Bonita Ipanema encomendou ao escultor Valmon Rodrigues da Silva, conhecido por suas esculturas de grandes artistas da MPB como Noel Rosa, Cartola e Pixinguinha, com as quais já expôs no Museu de Etnologia de Munique, na Ander-Art, Galerie Kunst-Direkt, Festung Ehrenbreitstei e Circo Voador, sua primeira escultura de grande porte, uma representação do compositor. O trabalho é feito de material reciclado como ferro, epóxi, latas de alumínio, jornais e revistas entre outros. Aliás, Valmon não é somente escultor, ele também excelente é músico e compositor.

Onde hoje passam hóspedes do mundo inteiro, Tom criou uma quantidade impressionante de clássicos, como Samba do avião, Só danço samba, Ela é carioca, Inútil paisagem e Desafinado. Sem mencionar Garota de Ipanema. Tom ganhou o mundo, ganhou o Grammy, se tornou o rosto internacional da bossa nova e era considerado o maior expoente da Musica Popular Brasileira de todos os tempos pela revista americana Rolling Stone.

 

Serviço
Inauguração da estátua Tom Jobim com coquetel. Dia 25 de janeiro, quarta-feira, das 18 às 21 h. Bonita Ipanema – Rua Barão da Torre, 107 – Ipanema – RJ. Tel: (21) 2227-1703. Entrada Franca. Classificação: Livre

Seja o primeiro a comentar